Governo de Santa Catarina contrata novo avião ao custo de quase R$ 5 milhões por ano



O deputado Bruno Souza (NOVO) denunciou nesta quinta-feira, 31 de março, pelas redes sociais, que o Governo de Santa Catarina acaba de adquirir mais uma aeronave. Desta vez, para o transporte de presidiários. No entanto, a locação do avião, que custa R$ 4.488.000,00 por ano, beneficia o governador já que permite o deslocamento de autoridades.


Além do avião, também foi alugado um helicóptero. Os veículos serão utilizados no recém-inaugurado programa Expandindo Horizontes, do Grupo de Operações Aéreas da Polícia Penal de Santa Catarina que atuará na escolta de presidiários.


Mas desde o início da pandemia, o judiciário intensificou a realização de audiências virtuais, o que evita o deslocamento de presos de alta periculosidade. “Além disso, transferências entre presídios são raras. Qual então o motivo para investir em um projeto tão caro e complexo?” questiona o deputado Bruno Souza.


O parlamentar encaminhou Pedido de Informação solicitando que o Secretário de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) esclareça alguns questionamentos como quantas escoltas aéreas foram realizadas nos últimos três anos; a prestação de contas dos gastos de cada escolta em 2019, 2020 e 2021; e quantas vezes a PMSC ou o SAER prestou apoio.


Apesar da venda do Jato Cessna no início do mandato, a frota do Estado e os gastos não param de crescer. “Não podemos tolerar que continue esse desrespeito com o dinheiro do pagador de impostos”, destaca Bruno Souza.