Deputado cobra agilidade no conserto de equipamentos quebrados no Hospital Regional de São José



O Hospital Regional de São José segue com equipamentos, utilizados para a realização de exames e cirurgias cardíacas, quebrados. Foi o que verificou o deputado Bruno Souza (NOVO) em fiscalização nesta quinta-feira, 02 de dezembro.


Há até poucos dias, os três aparelhos de hemodinâmica do Instituto de Cardiologia estavam estragados. Só na emergência, eram 15 pacientes aguardando atendimento. Na internação, mais 10 pacientes. Duas crianças com problemas cardíacos complexos, que necessitavam do equipamento de forma imediata, também não tinham como ser atendidas ou transferidas.


Devido a efeitos técnicos, os aparelhos ficaram parados do dia 04 de novembro a 16 de novembro, quando um dos equipamentos foi reparado. Porém, outros dois permanecem inoperantes e, consequentemente, a agenda de cateterismo ambulatorial segue parada, sem possibilidade de agendamento.


Durante fiscalização, o deputado Bruno Souza confirmou que duas máquinas continuam quebradas e sem previsão de retorno. A equipe apurou ainda que, desde que foram adquiridas, não havia contrato de manutenção preventiva para os equipamentos, o que contribuiu para que apresentassem problemas.


“É inadmissível essa falta de planejamento da Secretaria, ainda mais quando estamos falando de equipamentos que são cruciais para salvar vidas. Não contratam manutenção preventiva e corretiva, o que seria o básico, e quando o equipamento quebra, o paciente que, muitas vezes, está lutando contra o tempo, tem que esperar semanas para que o conserto das máquinas seja viabilizado", enfatiza o deputado.


O parlamentar segue cobrando agilidade na finalização dos dois processos licitatórios para contratos de manutenção dos equipamentos e para que situações graves como essa não voltem a se repetir e a colocar em risco a vida dos catarinenses.