Alesc realiza Audiência Pública sobre segurança nos bairros Campinas e Kobrasol, em São José



A Assembleia Legislativa de Santa Catarina realizou nesta quarta-feira, 24 de novembro, Audiência Pública para discutir a segurança dos bairros Campinas e Kobrasol, em São José.


O encontro, que ocorreu por solicitação do deputado Bruno Souza (NOVO), reuniu representantes de diversos órgãos como Polícia Militar, Ministério Público de Santa Catarina, Prefeitura Municipal de São José, além da participação da comunidade que lotou as galerias da Alesc.


Os moradores da região, inclusive, criaram um perfil em rede social chamado Calamidade (calamidadebairrocampinas) para divulgar e chamar a atenção para a insegurança dos bairros Kobrasol e Campinas.


“Até quando vamos conviver com essa situação? Diariamente há furto de fios, o que causa um grande prejuízo aos moradores e também aos comerciantes que não podem trabalhar sem luz e água e ainda tem o custo de recompor seus materiais. Precisamos de ações públicas concretas e permanentes”, solicitou o morador Fausto Izar Barbosa.


A gravidade apontada pelos moradores é comprovada pelos dados. Segundo informações repassadas pelo Grupo Calamidade, entre os dias 19 de abril de 2021 a 18 de novembro de 2021, a Guarda Municipal de São José recebeu 1.761 chamadas e o 7º Batalhão de Polícia Militar registrou mais de 150 boletins de ocorrência.


A promotora de Justiça, Andrea da Silva Duarte, enfatizou que Campinas é o bairro em que o Ministério Público de Santa Catarina mais atua na área criminal. “Nós oferecemos 44 denúncias com relação a furtos de fios de energia elétrica ou de logística na região. Temos uma investigação em relação aos receptadores desse material furtado porque é preciso atacar a raiz destes problemas”.


O vice-prefeito de São José, Michel da Silva Schlemper, afirmou que o Poder Executivo está à disposição para, em conjunto, enfrentar o problema. “Nós só podemos agir no limite da lei”. A manifestação dos secretários Municipais de Segurança Pública e de Assistência Social de São José seguiu na mesma linha ao ressaltar que a orientação é agir absolutamente dentro da lei.


Ao fim do encontro, o deputado Bruno Souza enfatizou que segue acompanhando a situação e unindo esforços para devolver a segurança aos bairros Campinas e Kobrasol. “Parece que vivemos tempos estranhos onde pessoas se sentem constrangidas ao dizer que querem viver em paz, sem serem violadas e terem o patrimônio lapidado. Como parlamentar não admito e vou lutar para mudar isso”.